Bene Barbosa, Olavo de Carvalho e a violencia na revistinha