Cristãos coptas rezam na rua, desafiando jihadistas, após bomba na Igreja de São Marcos (dez/2016)