Uma breve prosa com Dona Lotinha, a Ilustre "única habitante" do pequeno vilarejo Cemitério de pei..